Código Quimera – Dia 1

em

10.03.17 – AHM. Oi?

Hmmm… Oi?

Não sei bem como fazer isso… Talvez eu devesse me apresentar, eu acho. Apesar de eu achar idiota me apresentar pra uma coisa que me pertence.

Bom… Oi.

Eu sou a Mia, e você, meu querido, é meu iPad. Você é velho pra cacete, só pra você saber. Seu sistema não atualiza mais, você não tem um giroscópio e eu não consigo usar o app do youtube em você… Tenho que ver meus vídeos no Safári.

Mas ta tudo bem… Eu te amo, tranqueira idosa.

A menos que eu queira baixar um jogo novo, dai eu amo mais o telefone da minha irmã. Desculpa.

Eu sou PÉSSIMA com essa coisa de diário.

Horrível.

Um fracasso.

Mas a Alexis disse que pode ajudar com os meus “conflitos” depois da nossa mudança… Sei lá… Se não ajudar, mal não vai fazer, como diria minha irmã.

Ah. Acho que você deveria saber que a Lexi é minha irmã mais velha. Ela tem 25 anos… Eu tenho 12. Ela é legal, a gente se da bem, considerando a diferença de idade.

A Lexi me sugeriu começar a escrever o que eu penso porque na segunda começam minhas aulas na escola nova… E eu possivelmente vou ser a nega esquisita que veio de outra cidade.

Sei lá.

São 10h50 da manhã agora, e eu to esperando a Alexis voltar de uma entrevista de emprego pra irmos comprar meu material. E comer. Eu to com fome.

Vou pedir McDonald’s pra Lexi.

Nem sei se tem isso nesse fim de mundo aqui.

 

— 2h13 da madrugada

 

Oi de novo…

São 2h13 da fucking madrugada e eu estou o que?

Isso aí, produção, acordada que nem uma coruja.

Eu nem sei se isso contaria como um dia novo, um arquivo novo de diário… Mas foda-se, todo mundo sabe que só é amanhã depois que se acorda. Então ainda é dia 10, e não importa o que me diz o calendário.

A Lexi ta mota na cama dela tem um tempo… Ela ficou arrumando umas coisas que faltaram da mudança até tarde. Eu ajudei… Um pouco… No que deu. Não entendo merda nenhuma de como arrumar cozinha. Nem sala. Nem nada muito diferente do meu quarto.

Eu queria assistir um filme na TV… Mas a gente ta sem TV a cabo. Na verdade a genta ta sem TV. Geral.

Nem uma puta duma TV pra contar história.

Beleza, posso usar o computador da Lexi… Eu tenho a senha… Só queria dizer que sinto falta da TV.

A Lexi disse que escrever um diário é tipo como conversar com você mesma, dentro da sua cabeça. Eu achei estranho… Mas daí agora que eu to escrevendo (digitando, na verdade…) é como se eu escutasse a minha voz ecoando na minha cabeça… Bizarro.

Mas uma pra minha lista de bizarrices…

“Você tem algum dom, Mia?!!” – as pessoas vão me perguntar.

“Teeeeenho…” – eu vou responder. – “Eu escuto VOZES!”

Bom, voz. No singular. Só escuto a minha mesmo.

Mas ta aí… A formula pra fazer amigos! – SQN* MESMO.

Ah, foda-se. Como se eu ligasse pro que vão pensar de mim.

E foda-se que eu falo foda-se.

Ok. Eu to ansiosa. Merda.

Eu vou dormir. Ou desenhar… Ou ver uns vídeos…

Ou dormir mesmo porque amanhã vou ajudar a Lexi a encapar meus livros da escola, e se eu não dormir agora vou acordar parecendo um zumbi, que é mais ou menos como já me sinto agora.

Mas tudo bem.


Os capítulos irão incluir pequenos anexos com explicações de termos e gírias. Sigam os asteriscos 😉

* SQN – só que não.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s